É bem provável que você já tenha reparado que a grande maioria dos aparelhos eletrônicos que vemos no mercado vem com um selo da Anatel. Isso quer dizer que estamos falando a respeito de um aparelho homologado pela Anatel. Mas, afinal, o que isso significa? Qual é a diferença de um aparelho homologado pela Anatel para um que não tem esse atributo?

Antes de irmos para esse assunto em si, é importante que saibamos o que é a Anatel. Para quem não sabe, Anatel é uma sigla para Agência Nacional de Telecomunicações. Ela é uma entidade vinculada ao Governo Federal que tem como função regulamentar e fiscalizar tudo que envolve o setor de telecomunicações, especialmente serviços de telefonia, de internet e de TV.

Na prática, qualquer empresa que atua com algum serviço de telecomunicações, incluindo a própria Olé e você, provedor, deve seguir todas as normas estabelecidas pela Anatel. Caso contrário, além de estar oferecendo um produto ou serviço que não tem nenhuma garantia de qualidade, a empresa ainda está sujeita a consequências legais.

Tendo isso em mente, veja, na sequência, o que significa ter um aparelho homologado pela Anatel e a importância de atuar com uma plataforma que funcione nesses aparelhos.

Aparelho homologado pela Anatel: o que é?

Sabendo quem a Anatel é e o que ela faz, fica fácil deduzir o que é o aparelho homologado pela Anatel. Dispositivos que recebem esse nome são os que foram aprovados pela Anatel, isto é, que têm a permissão para serem comercializados e utilizados no Brasil. Quando eles passam pela aprovação, o cliente tem a garantia de que está adquirindo um bom produto.

De acordo com a própria Anatel, essa fiscalização prévia antes que o produto chegue até as prateleiras é fundamental para garantir que o consumidor não tenha problemas na utilização de seus equipamentos.

Para que isso aconteça, os fabricantes devem conceder unidades de seus produtos a testes feitos pela entidade. Depois que os testes de saúde, segurança, assistência e qualidade são realizados, o produto pode ou não passar a ser comercializado.

Tudo isso é garantido por lei — a Resolução nº 242/2000, que estabelece a emissão de um documento de homologação. Qualquer dispositivo de telecomunicações que não tenha sido aprovado pela Anatel não pode ser vendido por aqui. Se for, ele é considerado ilegal.

A importância de atuar com uma plataforma que funcione nesses aparelhos

E isso, por si só, já mostra a importância de atuar com uma plataforma que funcione com os aparelhos homologados pela Anatel. Afinal, quando você, provedor, for instalar seu serviço de TV para seus clientes, é um desses dispositivos que deve ser instalado. Caso contrário, você estará na ilegalidade.

E é por isso que contar com o serviço OléTV para provedores é a melhor opção para você! Ao se tornar um parceiro da Olé, você passa a oferecer uma infinidade de canais para seus clientes, não precisa se preocupar com os processos burocráticos e ainda tem a garantia de estar atuando com um serviço que funciona nos aparelhos set-top box homologados pela Anatel.

Entre em contato com a Olé hoje mesmo e veja como seu serviço de provedor de TV pode estar entre os melhores do mercado!

Ofereça TV por assinatura para seus clientes!

Se você é um provedor e quer oferecer, além de internet, TV por assinatura de alta qualidade e com os melhores canais para seus clientes, conte com a parceria da OléTV para Provedores. Entre em contato e saiba mais!